Investigação

Em Caruaru, Justiça ouve testemunhas de defesa do vereador Jajá

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 01/08/2014 às 11:12
NOTÍCIA
Leitura:

Vereador foi preso e é investigado pela Justiça
Foto: JC Imagem.
Serão ouvidas nesta sexta-feira (1º) as testemunhas de defesa do vereador Jajá, que está sem partido, investigado durante a Operação Ponto Final. Os depoimentos devem ocorrer no Juiz Demóstenes Batista Veras, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O processo faz parte da investigação que resultou na prisão de dez vereadores do município entre dezembro e janeiro de 2013. Eles são suspeitos de prática de corrupção passiva, concussão e formação de organização criminosa.

Na quarta-feira (30), foram ouvidas as testemunhas de defesa do vereador investigado Jadiel Nascimento (PROS).  A ouvida ocorreu na sala da 4ª Vara Criminal de Caruaru. O vereador não quis falar com a imprensa. Já na terça-feira (29), foram ouvidas 13 testemunhas de defesa do vereador Evandro Silva (PMDB).  Já No primeiro dia de ouvidas, na segunda-feira (28), seriam ouvidas 12 testemunhas de defesa do vereador Eduardo Cantarelli (SDD), preso na operação. Mas apenas nove prestaram depoimento, duas foram dispensadas e uma não compareceu ao fórum.
 
Segundo o advogado de defesa dos vereadores, Marcílio Cumaru, a ouvida das testemunhas de defesa seguem a mesma linha dos depoimentos das testemunhas de acusação. Já o Ministério Público explicou que o procedimento é uma nova etapa fundamental para o processo e a expectativa é que os depoimentos se desenrolem de maneira normal.

Ao todo, devem ser ouvidas 120 pessoas nesta fase do procedimento. A previsão é que os depoimentos sejam realizados até o dia 13 do próximo mês. Os dez vereadores investigados pela operação também devem prestar esclarecimentos.

ENTENDA - Os vereadores Jadiel Nascimento (PROS), Sivaldo Oliveira (PP), Val das Rendeiras (PROS), Cecílio Pedro (PTB), Val (DEM), Louro do Juá (SDD), Eduardo Cantarelli (SDD), Neto (PMN), Evandro Silva (PMDB) e Jajá (PPS) foram presos no dia 18 de dezembro durante a Operação Ponto Final, da Polícia Civil.

Mais Lidas