Garanhuns

Homem é preso suspeito de atuar ilegalmente como médico no Agreste

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 19/08/2014 às 15:10
NOTÍCIA
Leitura:

Um homem foi preso nesta terça-feira (19) suspeito de atuar ilegalmente como médio em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Civil, Geraldo José da Silva, de 32 anos, estava atuando há cerca de 15 dias na Unidade Básica de Saúde do Boa Vista, como clínico geral e médico da família.

Ainda segundo a polícia, o suspeito utilizou um registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) de outro profissional para conseguir a vaga na unidade de saúde municipal. Em depoimento, ele afirmou ter cursado alguns períodos de Medicina, mas não ser formado. O falso médico foi autuado em flagrante e responderá por exercício ilegal da Medicina e falsidade ideológica. Ele foi encaminhado à cadeia pública do município.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Garanhuns informou que o suspeito esteve, no município, durante um período de 10 dias, dos quais, apenas cinco dias teve contato direto com a população. No processo de análise de documentação para posterior contratação, que não foi efetivada, foram verificadas várias divergências na documentação e no registro profissional do falso médico. A nota diz ainda que a secretaria acionou à Polícia e o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe).

Mais Lidas