Cativeiro

CPRH apreende mais de 130 aves no Agreste pernambucano

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 03/10/2014 às 17:45
NOTÍCIA
Leitura:

Após triagem, os animais que possuem boas condições de saúde serão soltos
Foto: CPRH/Divulgação

Mais de 130 aves que viviam em cativeiro de forma irregular foram apreendidos nos municípios de Garanhuns e Lagoa do Ouro, Agreste de Pernambuco. Os animais foram resgatados na última quarta-feira (1º) em residências e comércio e encaminhados para a sede da CPRH, no Recife, onde passam por triagem. A operação conjunta, envolvendo uma equipe de gestão da fauna e de fiscalização florestal da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), teve apoio da Companhia de Policiamento de Meio Ambiente (Cipoma). 

Sabiá, galos de campina, canários da terra, papa capins, patativas, tico-ticos, azulões, concrizes, graúnas, garibaldes, sanhaçus, caboclinhos coleirinhos, vem-vem, jandaias e rolinhas são algumas das espécies apreendidas. Após triagem, os animais que possuem boas condições de saúde serão encaminhados para soltura. Já os que apresentam algum problema de saúde passarão por um processo de reintegração à natureza em  criadouro particular, parceiro da CPRH.

Mais Lidas