Agreste

Polícia faz operação de combate à venda ilegal de gás e combustível

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 30/10/2014 às 10:01
NOTÍCIA
Leitura:

Gasolina apreendida estava armazenada em garrafas plásticas
Foto: Divulgação/Polícia Civil.
Oito pessoas foram presas suspeitas de comercializar ilegalmente gás de cozinha e combustível em quatro cidades do Agreste de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Civil, os suspeitos estavam vendendo os produtos sem autorização da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o que constitui crime com pena de um a cinco anos de detenção.

De acordo com a polícia, José Cordeiro Filho, foi preso em flagrante em Poção. Ele utilizava a residência para depósito e comércio irregular de gasolina. No local, foram apreendidos 30 litros de gasolina. Já em Alagoinha, foi preso Cloves Pereira do Nascimento, por comercializar gás de cozinha e combustível, de forma ilegal. Na casa dele foram apreendidos quatro botijões de gás e quatro bombonas plásticas, totalizando quase 90 litros de gasolina.

Fernando Austriclínio da Silva e José Torres de Freitas foram presos em Belo Jardim. Eles estavam com 24 e 28 botijões de gás, respectivamente. Já em Pesqueira foram presos Maria da Luz de Souza Costa, com 10 botijões de gás, Sílvio Gomes dos Santos, também com 10 botijões de gás, José Maria Martiniano, com 22 litros de gasolina e Livramento José Emídio Ferreira com 30 litros de gasolina e sete litros de óleo diesel, já separados em garrafas pláticas e prontos para a comercialização.

Os homens foram recolhidos para o Presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira e a mulher encaminhada para a Colônia Penal Feminina de Buíque.

Mais Lidas