Três anos

Obra usada na reeleição de Eduardo Campos foi abandonada

Elvis de Lima
Elvis de Lima
Publicado em 11/12/2014 às 17:27
NOTÍCIA
Leitura:

Pavimentação da PE-425 deveria ter sido concluída em julho de 2013
Foto: Iury Oliveira
Uma obra milionária iniciada em 2009, um ano antes da campanha de reeleição do ex-governador  de Pernambuco Eduardo Campos, está abandonada. A ?o?rdem de ?s?erviço foi assinada pelo político naquele ano?,? liberando um investimento total de mais de ??R$ 28 milhões.? Apesar disso, a pavimentação da rodovia PE-425?, que liga Carnaubeira da Penha a Floresta,? no ?S?ertão de Itaparica, em Pernambuco, ainda não saiu do papel.? ?Os serviços mal começaram e foram paralisados meses depois de Eduardo ter sido reeleito, em 2010. 

Após sete anos como vice-governador, João Lyra assumiu o cargo de Eduardo Campos no mês de abril deste ano, quando o ex-governador começou sua pré-campanha a presidente da República. Em agosto, Campos sofreu um acidente aéreo, no qual faleceu com mais seis pessoas.

É uma pena que a obra tenha ficado do jeito que está

Mesmo a obra só começando em 2009, o projeto executivo foi elaborado há quase 15 anos, ainda na gestão de Jarbas Vasconcelos (PMDB), no Palácio do Campo das Princesas. Somente? na elaboração desse projeto foram gastos R$ 186.340 mil?. O serviço foi feito pela Astep - ?Engenharia LTDA?, entre os anos de 2000 a 2001?. A Astep, que também assinou o projeto, recebeu ainda ?R$ 1,2 milhão ?para ???supervisionar e fiscalizar ?esse?s serviç?os?, ainda não concluídos.? ?Dez anos depois, a obra foi iniciada pela ?Construtora Sam LTDA?, responsável pela execução, que deveria ter sido entre 2009 e 2013. 

?O dinheiro público gasto com a? pavimentação da PE-425, que deveria ter sido concluída em julho de 2013, também contempla serviços de? sinalização??. Mas quem conhece a região? ?como o motorista G. P., de 32 anos, que não quis se identificar, sabe da inexistência de placas na rodovia. Segundo o profissional, não há sinalização? alguma nos pontos onde a obra chegou a ser iniciada anos atrás. É uma pena que a obra tenha ficado do jeito que está. Quando não chove, o problema são os buracos e a poeira. Já quando chove forte chegamos a ficar ilhados devido aos riachos que ficam cheios e impossibilitam a passagem dos carros, explicou. 

Em nota, o ??Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER) informou que as obras na PE-425 "foram paralisadas em função do fechamento de contas da atual gestão do governo, o que é normal", mesmo a pavimentação estando parada há cerca de três anos. Ainda de acordo com o órgão, "os recursos, na sua grande maioria, estão assegurados e não dependem do governo federal, mas do tesouro estadual". A partir de janeiro, as obras serão retomadas, garantiu o órgão.  O novo governador eleito, Paulo Câmara, afilhado político de Campos e ex-secretário da Fazenda, Turismo e Administração na gestão de Eduardo, irá tomar posse em janeiro de 2015. 

OBRA CONCLUÍDA - ?Ao contrário do trecho em obras da PE-425,? outro trecho da rodovia - que liga a cidade de Carnaubeira da Penha a Mirandiba, também no Sertão de Pernambuco - recebeu o serviço de pavimentação. ?Com? investimentos de mais de R$ 14 milhões?, o serviço foi concluído em 2010. Dois anos depois, em 2012, o mesmo trecho precisou receber serviços de manutenção juntamente com rodovias de outras 19 cidades da região, como Itacuruba e Tacaratu . Os dados foram divulgados publicamente pelo DER-PE.

Mais Lidas