Crime

Corpos das vítimas de chacina em Poção são liberados

Mariana Campello
Mariana Campello
Publicado em 07/02/2015 às 12:26
NOTÍCIA
Leitura:
Polícia não divulgou informações sobre os supostos assassinos
Foto: Mariana Campello

Os corpos das quatro vítimas da chacina que aterrorizou o município de Poção, Agreste do Estado, foram liberados pelo Instituto Médico Legal (IML) para a família na manhã deste sábado (7). Três conselheiros tutelares e uma mulher foram mortos a tiro na noite dessa sexta-feira (6).

O crime aconteceu quando os conselheiros foram pegar uma criança que vivia com o pai, que perdeu a guarda da filha para a avó materna da criança. Quando os conselheiros, a avó e a criança estavam no carro do Conselho Tutelar o veículo foi emboscado e alvejado. Dos cinco disparos, três atingiram a cabeça de três vítimas e a quarta pessoa morreu baleada no tórax. Um quinto tiro não fez vítimas. A criança, de dois anos, não se feriu no atentado e foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

As vítimas estavam no carro do Conselho Tutelar quando o crime aconteceu
Foto: reprodção

De acordo com a polícia, os conselheiros assassinados são Lindenberg Vasconcelos,  Daniel Farias e Carmem Lúcia da Silva. A outra vítima foi identificada como sendo a avó da criança, Ana Rita Venâncio. A polícia não divulgou informações sobre os supostos assassinos alegando sigilo para não prejudicar as investigações, mas confirmou que o crime se trata de uma execução. 

Durante uma coletiva, o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho,  comunicou que o caso de Poção é uma prioridade do Estado e a criança esta em um local seguro. O Instituto de Criminalística (IC) tem um prazo de dez dias para divulgar o laudo sobre o caso. Equipes da PM, Polícia Civil, Polícia Social estão trabalhando juntas na ação, com quatro delegados de Caruaru e Belo Jardim, mais dois delegados vão se unir para  reforçar a equipe durante as investigações.

Mais Lidas