Investigação

Polícia Civil prende três acusados de envolvimento na chacina de Poção

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 28/02/2015 às 15:18
NOTÍCIA
Leitura:

Enterro de vítimas foi marcado pela emoção
Foto: JC Imagem

Três pessoas foram presas acusadas de participação no brutal crime que vitimou quatro pessoas em Poção, Agreste do Estado, no último dia 6 de fevereiro. A prisão ocorreu nessa sexta-feira (27). As vítimas eram três conselheiros tutelares e uma mulher, atendida pelo serviço, e que estava no mesmo carro.

Foram cumpridos dois mandados de prisão temporária. Bernadete de Lourdes Britto Siqueira Rocha, 52 anos, e seu filho José Cláudio de Britto Siqueira Filho, 32 anos, são acusados de terem mandado executar o crime. Os dois são naturais de Arcoverde e seriam avó e pai de uma criança que foi resgatada pelo Conselho Tutelar, horas antes da chacina.

O suspeito de ter executado o crime, cujo nome não foi revelado, também foi levado pela polícia. Na nota foi informado que as investigações continuam até a conclusão do inquérito. Mais informações serão divulgadas em data ainda não definida.

CASO - O crime aconteceu quando os conselheiros - Lindenberg Vasconcelos,  Daniel Farias e Carmem Lúcia da Silva - foram pegar uma criança que vivia com o pai, que perdeu a guarda da filha para a avó materna da criança, Ana Rita Venâncio. Quando os conselheiros, a avó e a criança estavam no carro do Conselho Tutelar o veículo foi emboscado e alvejado. A criança, de dois anos,também estava no carro e não se feriu.

Mais Lidas