Buracos

Prestes a completar um ano, problemas na PE-103 continuam atormentando motoristas

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 17/03/2015 às 11:31
NOTÍCIA
Leitura:

Equipe de técnicos do DER analisará das condições do solo no local
Foto: Reprodução/TV Jornal.
Trafegar numa das mais importantes rodovias estaduais do Agreste de Pernambuco, a PE-103, que liga os municípios de Bezerros e Bonito, tem se tornado sinônimo de aventura. É que as condições da estrada estão provocando prejuízos a quem depende daquela via. Há quase um ano, uma obra de recuperação interrompida pelas chuvas vem causando transtornos pra quem usa a via. Em muitos trechos da pista o asfalto foi arrancado, ficando apenas a terraplanagem.

Com a movimentação de veículos e as condições topográficas do terreno, os buracos tomaram conta das partes com asfalto, gerando mais riscos. São necessárias manobras perigosas para desviar dos buracos maiores. Em alguns pontos, é possível encontrar veículos danificados. Pneus cortados ou estourados, problemas com molas e suspensões e ocorrência de assaltos são queixas frequentes dos motoristas que passam por lá. Os profissionais que fazem o transporte alternativo são os mais lesados pela situação da via, pois afirmam que a procura pelo serviço vem diminuindo. O mototaxista Emanuel Silva cita vários problemas com a manutenção da moto, além de outra queixa constante dos passageiros: Com os buracos e problemas, as viagens ficaram mais longas, diz.

A demora da retomada da obra levou os motoristas que fazem praça na rodovia a realizarem alguns protestos. Eles esperam que a PE-103 seja requalificada a exemplo do que está acontecendo na PE-095, que liga Caruaru a Limoeiro.  Na época da interrupção das obras, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) informou que os trabalhos seriam retomados tão logo as condições climáticas ficassem favoráveis. Atualmente, o Departamento afirma que estão sendo levantados novos estudos para readequar o projeto de requalificação da via. Ainda segundo o órgão, uma equipe de técnicos estará durante toda esta semana na PE-103 para fazer análises das condições do solo no local.

*Texto: Lucas Melo e José Batista, da Agência de Notícias Unifavip

Mais Lidas