Por causa da seca

Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó e São Bento do Una com novo racionamento

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 01/06/2015 às 8:39
NOTÍCIA
Leitura:

Cidades terão racionamento de água ampliado, segundo Compesa
Foto: JC Imagem.
A partir desta segunda-feira (1º), quatro cidades do Agreste de Pernambuco terão o racionamento de água ampliado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Os municípios de Belo Jardim, Sanharó, Tacaimbó e São Bento do Una são abastecidas pelas barragens do Bitury e Pedro Moura Júnior, que estão com apenas 8% e 9% de capacidade, respectivamente.

De acordo com a assessoria de imprensa da Compesa, a mudança tem por objetivo preservar os mananciais e evitar o colapso do abastecimento. O que temos armazenado seria suficiente para manter o abastecimento da população somente até o mês de julho. Com a implantação desta medida, conseguiremos manter, pelo menos, até setembro, esclareceu o gerente Gilvandro Tito.  As previsões de chuva não são boas. Por isso, mais do que nunca, precisamos agir com cautela e responsabilidade. Aproveitamos pra pedir a colaboração de cada morador para usar a água de maneira racional a fim de evitar uma situação ainda mais grave, destacou o gerente.  

Com o novo calendário, Belo Jardim que tinha um racionamento de três dias com água e 11 dias sem água, agora passará a ter água nas torneiras por três dias e 20 sem. Em São Bento do Una, o rodízio que atualmente é de 3 por 21, passará a 3 por 24 e em, Sanharó que hoje tem três dias com água e 11 dias sem água, a população será abastecida no sistema 3 por 24.

Mais racionamento -
A Compesa irá ampliar também os calendários de abastecimento para a cidades de Brejo da Madre de Deus e para os distritos de Fazenda Nova e Barra de Farias. A distribuição de água ocorrerá da seguinte forma: Brejo da Madre Deus, que tinha um rodízio de 4 dias com água e 3 sem, passará a receber água 2 semanas por mês, de forma alternada. Fazenda Nova, que também tinha um racionamento de 4 dias com água e 3 sem água, passaram a ser abastecido 4 dias por mês. Já em Barra de Farias, a situação é mais alarmante já que o moradores recebiam água 1 dia por semana e passarão a ser abastecidos 1 dia por mês.


Mais Lidas