Estelionato

"Falsa advogada" é presa em Paudalho

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 02/06/2015 às 13:42
NOTÍCIA
Leitura:

Mirella Medeiros, 32, foi presa na manhã desta terça-feira (2) pela prática de estelionato, que seria basicamente o ato de obter para si vantagem em prejuízo do outro. A prisão aconteceu na cidade de Paudalho, Zona da Mata Norte de Pernambuco. 

Mirella se apresentava como advogada oferecendo a prestação de serviços advocatícios a comunidade, recebendo o dinheiros dos clientes mas, por não ser uma "falsa advogada", não poderia resolver as questões judiciais dos clientes.

Ela foi levada para a Penitenciária Feminina do Bom Pastor, no Recife; a soma de seu prejuízo é equivalente a 80 mil reais. Seus inquéritos foram encaminhados ao Ministério Público da Comarca de Paudalho. 

Mais Lidas