Inquérito

MPF investiga uso irregular de verbas do Fundeb em Caruaru

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 28/08/2015 às 10:46
NOTÍCIA
Leitura:

Prefeito terá 15 dias para explicar uso das verbas
Foto: Divulgação.
O Ministério Público Federal abriu um inquérito para investigar a aplicação indevida de recursos públicos federais provenientes do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

Em despacho, a procuradora Natália Soares determina que o prefeito José Queiroz (PDT) explique, no prazo de 15 dias, movimentações feitas na conta-corrente do Fundeb. As supostas irregularidades foram apontadas em relatório feito por um analista do Ministério Público da União (MPU).

Caso as irregularidades destas investigações sejam consideradas procedentes, o prefeito pode responder a ações na Justiça Federal.

Em nota, a prefeitura informou que alguns profissionais estão atuando na parte administrativa da Secretaria de Educação, em relação às exigências do Fundeb. 

Mais Lidas