Droga em penitenciária

Agente penitenciário e auxiliar de montagem são presos pela PF

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 06/10/2015 às 8:16
NOTÍCIA
Leitura:

Seis quilos de maconha foram encontrados em geladeira
Foto: Divulgação/PF.
Um agente penitenciário e um auxiliar de linha de montagem foram presos suspeitos de tráfico de drogas nessa segunda-feira (5) pela Polícia Federal. O agente Agnaldo Paiva dos Santos, de 45 anos, foi preso em Carpina, na Zona da Mata Norte, e o auxiliar Edvaldo Laurentino da Silva, de 28 anos, foi preso em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Eles são suspeitos de facilitar a entrada de drogas na Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra em Limoeiro, também no Agreste.

De acordo com a nota enviada pela PF, os dois são suspeitos de colocar seis quilos de maconha e dois aparelhos celulares em um fundo falso no interior de uma geladeira, que seria entregue a detentos da unidade prisional. O eletrodoméstico foi apreendido em agosto de 2014 antes de chegar a ala coletiva dos presos.

Droga estava em fundo falso na porta
Foto: Divulgação/PF.
A PF informou que o auxiliar de montagem teria sido o responsável  por adaptar o fundo falso na geladeira e de estar associado com outras pessoas para introduzir a droga no aludido sistema prisional. Na casa do agente penitenciário, também foi apreendida uma pistola taurus, calibre 380 com carregador e 10 munições cujo registro estava vencido.

Os dois suspeitos foram encaminhados à delegacia da PF em Caruaru e autuados por tráfico de drogas. Caso sejam condenados, poderão pegar de 5 a 30 anos de reclusão. Após passarem por exames, os presos foram levados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, também em Caruaru.

Mais Lidas