Bezerros

Dinheiro desviado do Bolsa Família foi usado para comprar terreno, diz PF

Núcleo SJCC/Caruaru
Núcleo SJCC/Caruaru
Publicado em 30/10/2015 às 10:33
NOTÍCIA
Leitura:

Estagiária foi apreendida com 62 cartões do Bolsa Família
Foto: Reprodução/TV Jornal.
A Polícia Federal divulgou que parte do dinheiro desviado do Bolsa Família por uma estagiária da Caixa Econômica Federal (CEF), em Bezerros, no Agreste de Pernambuco, foi utilizado para comprar um terreno no valor de R$ 11 mil. De acordo com a PF, o primo da estagiária afirmou, em depoimento, que recebia os cartões e as senhas da adolescente e realizava os saques em terminais de autoatendimento, para evitar suspeitas.

Primo da jovem comprou terreno com dinheiro desviado
Foto: Divulgação/PF.
Durante o depoimento, o jovem de 18 anos afirmou que chegava a sacar cerca de R$ 15 mil por dia. Ele recebia pelos serviços 20% do total retirado e que já teve períodos em que sacou mais de R$ 60 mil chegando a auferir a quantia de R$ 20 mil reais o que possibilitou realizar a compra de um terreno e investir em cota de uma empresa de roupas e tinha depositado o resto em sua conta corrente.

Cartões foram encontrados na casa da menor
Foto: Divulgação/PF.
A PF informou ainda que o esquema foi descoberto em junho de 2014 e após a auditoria da Caixa Econômica Federal que constatou tais irregularidades, a estagiária foi desligada em setembro de 2015. Ainda não se sabe a quantidade de cartões extraviados nem o prejuízo causado aos cofres públicos.

O jovem passou por exames no Instituto de Medicina Legal (IML) e foi encaminhado à Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. A menor deve ser ouvida novamente ainda esta semana.

ENTENDA -
Uma estagiária da Caixa Econômica Federal (CEF) foi apreendida por suspeita de desviar dinheiro do Bolsa Família e de funcionários do banco, em Bezerros. Segundo investigações da Polícia Federal, a jovem transferia o dinheiro dos cartões para a conta de um primo.

Com a adolescente, foram encontrados comprovantes de saques, 62 cartões do Bolsa Família e 12 cartões de contas de clientes. A estagiária e o primo de 18 anos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal de Caruaru, que investiga o caso.

De acordo com o delegado Humberto Pimentel, a fraude foi descoberta após funcionários desconfiarem de saques nas contas da estagiária e do primo dela. "Os funcionários os viram tirando dinheiro. Um dos valores transferido foi de R$ 25 mil. A quantia total do esquema ainda não foi confirmada pela Caixa, que deve realizar um levamentamento do dinheiro roubado, explicou.

Mais Lidas