Disputa

MPPE investiga caso de “furto” de água de barragem em Belo Jardim

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 12/11/2015 às 14:31
NOTÍCIA
Leitura:

A crise hídrica que assola Pernambuco está causando problemas a diversos municípios, principalmente no interior, onde a população depende da Compesa e da compra de água através de caminhões-pipa para as necessidades básicas. Porém, dois municípios estão brigando pela água da barragem de Tabocas.

Em São Bento do Una, um empresário disponibilizou caminhões-pipas para buscar água na barragem de Tabocas que fica em Belo Jardim, para levar para barreiros de aliados da prefeita de São Bento, Débora Almeira (PSB). A retirada da água, sem consentimento, foi realizada pelo pai da gestora.

O Ministério Público de Pernambuco, através de nota, informou que o caso está sendo acompanhado pela promotora de Justiça do Meio Ambiente de Belo Jardim, Sophia Wolfovitch Spinola. Essa investigação foi acrescida a um inquérito civil já existente, aberto no ano de 2013, para fiscalizar a qualidade da água, a concessão do serviço público de abastecimento e a degradação do meio ambiente decorrente do uso do manancial, informou o MPPE.

Mais Lidas