TJPE

Justiça bloqueia R$ 4 milhões da conta do prefeito de Gravatá

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 19/11/2015 às 7:59
NOTÍCIA
Leitura:

O juiz da 1ª Vara Cível de Gravatá, Severiano de Lemos Antunes Júnior, realizou o bloqueio de R$ 4 milhões da conta corrente do prefeito afastado de Gravatá, Bruno Martiniano (sem partido) e da primeira-dama. A decisão inclui a proibição do prefeito em negociar com seus carros e imóveis.

O juiz bloqueou também R$ 200 milhões das contas da prefeitura do município na mesma medida cautelar, requerida pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). O ministério deve entrar com ação de improbidade administrativa contra o prefeito. De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), a decisão foi tomada na terça-feira (17).

O assessor do prefeito afastado informou que ele ainda não vai se pronunciar sobre o caso.

Mais Lidas