Operação Hipócrates

Polícia indicia 4 médicos suspeitos de extorquir pacientes no HRA

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 27/11/2015 às 12:40
NOTÍCIA
Leitura:

Coletiva apresentou a conclusão do primeiro inquérito da operação
Foto: Thomás Alves/TV Jornal.
A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira (27) a conclusão do primeiro inquérito da Operação Hipócrates, que investiga a extorção de pacientes do Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru. Doze pessoas, sendo quatro médicos, um vereador e outras cinco pessoas ligadas ao hospital, foram indiciadas por formação de organização criminosa. Eles podem ter extorquido cerca de R$ 5 milhões dos pacientes.

De acordo com a polícia, a organização era organizada com base nos captadores. Essas pessoas procuravam os pacientes que estavam internados há mais tempo nas unidade de saúde e cobravam dinheiro para agilizar os procedimentos, que podiam ser realizados no próprio hospital ou em outras unidades de saúde.

Das 12 pessoas indiciadas, nove permanecem presas e poderão ser indiciadas por lesão corporal, já que alguns pacientes apresentaram piora após a realização de alguns procedimentos. O Ministério Público deve ouvir as pessoas que foram vítimas da quadrilha e decidir se instaura novos inquéritos.

As investigações da operação começaram em julho deste ano e foram conduzidas pelo delegado Érick Lessa, gestor do Interior I.  

Mais Lidas