Saúde

Médicos de Caruaru podem deflagar greve após assembleia

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 08/12/2015 às 15:26
NOTÍCIA
Leitura:

Os médicos vinculados à Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, se reúnem nesta terça-feira (8) em assembleia, na Sociedade de Medicina de Caruaru, para definir o rumo da campanha  salarial 2015.

Na última assembleia, a categoria decidiu, por unanimidade, não aceitar a proposta da prefeitura e  aprovou o estado de greve, com a possibilidade de uma paralisação por tempo indeterminado para os próximos meses, caso as negociações não avancem.

Os médicos estão  reivindicando o  cumprimento do Termo de Acordo e  Compromisso (TAC) firmado no inicio deste  ano, entre gestão e sindicato, com proposta de reajuste salarial de 8,5%, realização de concurso público, incorporação da gratificação de plantão e melhores condições de trabalho.

De acordo com o diretor regional do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), Paulo Maciel, a assembleia de hoje será decisiva, pois a  categoria está na expectativa para que o impasse com a  gestão seja resolvido com base em negociações. "Nesta semana nos reunimos com os secretários de saúde e administração de Caruaru e uma nova proposta será apresentada para aprovação da categoria", informou.

Mais Lidas