Caruaru

Justiça concede liberdade a PM suspeito de agredir menor

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 05/02/2016 às 14:40
NOTÍCIA
Leitura:

Policiais protestaram contra prisão de PM no centro
Foto: Reprodução/TV Jornal.
A Justiça concedeu liberdade provisória ao policial militar suspeito de agredir e quebrar o braço de um menor durante uma abordagem em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com Francisco Rodrigues, presidente da Associação dos Delegados de Pernambuco (Adeppe), o juiz validou o flagrante feito pela Polícia Civil, mas concedeu a liberdade ao PM por ele não representar perigo à sociedade.

Ainda segundo o presidente da Adeppe, o policial José Mário Augusto da Silva, de 27 anos, foi liberado após pagamento de fiança e irá responder ao inquérito em liberdade. A polícia tem 30 dias para concluir o inquérito sobre o caso.

ENTENDA - Um policial militar foi preso suspeito de abuso de autoridade e lesão corporal grave nessa quinta-feira (4) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Civil, o PM José Mário Augusto da Silva, de 27 anos, estava fazendo a segurança da Câmara Regional do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), no centro da cidade, quando teria abordado três menores, que estavam utilizando thinner (solvente para tintas e vernizes) na frente da câmara.

O delegado Sérgio Moura informou que um dos adolescentes teria desacatado o policial que, em seguida, desferiu três chutes contra ele. Algumas pessoas que estavam no local socorreram o menor para à Câmara do TJPE. Um desembargador acompanhou o caso e pediu a presença da polícia. O menino foi encaminhado ao Hospital Regional do Agreste (HRA), onde foi confirmada uma fratura no cotovelo.


Mais Lidas