Agreste

PM sacou arma durante confusão em vaquejada em Caruaru, diz delegado

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 23/02/2016 às 9:03
NOTÍCIA
Leitura:

Homem foi morto tentando separar briga
Foto: Reprodução/Facebook.
O delegado Francisco Souto Maior afirmou nessa segunda-feira (22) que o policial militar teria sacado uma arma durante uma confusão em um parque de vaquejada, que terminou com a morte de Rinaldo Gemmes de Lima Honório, de 29 anos. O PM está preso em uma instituição militar e responderá por tentativa de homicídio.

Ainda de acordo com o delegado, Rinaldo estava tentando separar uma briga entre o PM e outras pessoas, quando foi baleado. O suspeito de matar Rinaldo, Dyego Magnun Bezerra de França, também foi ferido durante a confusão. Ele está sob custódia em um hospital particular de Caruaru e será indiciado por homicídio qualificado. Outro suspeito, José Deyvid Bezerra de França, irmão de Dyego que está sob custódia, permanece foragido. Ele é suspeito de ferir o próprio irmão por acidente.

O delegado disse ainda que ouviu mais de dez testemunhas. O inquérito tem 30 dias para ser concluído.

Mais Lidas