Crise hídrica

Obra da Compesa altera abastecimento de água em Gravatá, no Agreste

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 25/02/2016 às 8:50
NOTÍCIA
Leitura:

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está realizando uma obra para melhorar o abastecimento de água em Gravatá, no Agreste de Pernambuco. A companhia está substituindo a tubulação da Barragem de Amaraji, que abastece o município. Os tubos, que estão sendo instalados, são de maior diâmetro e mais resistentes, o que permitirá a ampliação da oferta de água na cidade. A obra está orçada em R$ 3 milhões e deve ser concluída até a Semana Santa.

Atualmente, a barragem de Amaraji, que tem capacidade para acumular dois milhões de metros cúbicos, está cheia. No entanto, não é possível retirar todo o volume de água que seria necessário para suprir Gravatá. É justamente isso o que vai mudar a partir dessa obra que a Compesa está concluindo. Conseguiremos modernizar esse sistema, que ganhará mais confiabilidade e aguentará pressão, sem maiores riscos de estouramentos, explicou o gerente da unidade de negócios de Gravatá, Ricardo Malta.

Para realizar a obra, a Compesa precisa desligar o sistema de bombeamento de Amaraji durante o dia, enquanto estão ocorrendo os trabalhos no canteiro de obras, religando o sistema no período noturno. Com o desligamento, o esquema de abastecimento da cidade passou para dois dias com água para 17 sem água. Um novo calendário, com um intervalo menor de desabastecimento, será divulgado quando as obras foram concluídas.

Mais Lidas