Caruaru

Delegado indicia policial e dois irmãos por crime em vaquejada de Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 03/03/2016 às 11:11
NOTÍCIA
Leitura:

Rinaldo foi baleado durante a confusão
Foto: Reprodução/TV Jornal.
O delegado Francisco Souto Maior conclui o inquérito que investiga a morte de um homem durante uma vaquejada em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O delegado indiciou o policial militar, que não teve o nome divulgado, por tentativa de homicídio qualificado, lesão corporal e abuso de autoridade. O PM teria iniciado a briga que terminou com a morte de Rinaldo Gemmes de Lima Honório, de 29 anos.

Ainda segundo o delegado, José Deivyd Bezerra de França, que está foragido, foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio qualificado. Já o irmão dele, Dyego Magnun Bezerra de França, que está sob custódia em um hospital particular, vai responder por homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo.

ENTENDA -  Ainda de acordo com o delegado, a vítima foi morta enquanto tentava separar uma briga entre o PM e outras pessoas. O suspeito de matar Rinaldo, Dyego Magnun Bezerra de França, também foi ferido durante a confusão. Outro suspeito, José Deyvid Bezerra de França, teria ferido o próprio irmão durante a confusão por acidente por acidente. 

Mais Lidas