Nepotismo

Câmara de Arcoverde exonera comissionados após recomendação do MPPE

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 08/03/2016 às 15:06
NOTÍCIA
Leitura:

O presidente da Câmara de Vereadores de Arcoverde, Sertão de Pernambuco, Miguel Leite de Siqueira, exonerou onze ocupantes de cargos comissionados do quadro funcional da casa. A medida foi em cumprimento à recomendação expedida pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para combater o nepotismo na casa. 

Servidores que têm relação de parentesco até o terceiro grau do prefeito, vice-prefeito, vereadores, secretários municipais e demais agentes públicos atuando em funções de confiança estão entre os comissionados exonerados.

De acordo com o promotor de Justiça Hugo Eugênio Gouveia, a recomendação foi motivada pela constatação de que o cargo comissionado de oficial de gabinete da presidência da Câmara Municipal era exercido por Audrez Francyoly Santos Barros, que é casado com uma sobrinha do presidente Miguel Leite.

No documento, o representante do Ministério Público pediu a exoneração, dentro de 24h, de todos os servidores na mesma situação.

Mais Lidas