Política

Citado na superplanilha da Odebrecht, prefeito de Bezerros diz que não tem nada a esconder

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 24/03/2016 às 10:44
NOTÍCIA
Leitura:

Após ser citado na "superplanilha" da Odebrecht, divulgada na quarta-feira (23) pelos investigadores da Operação Lava Jato, o prefeito de Bezerros, Severino Otávio (PSB), conhecido como "Branquinho", afirmou que recebeu legalmente doação da empreiteira.

"Os valores demonstrados correspondem rigorosamente ao que foi declarado. Não tenho nada a esconder e nem a temer", afirma o prefeito em nota divulgada à imprensa. 

No documento, Branquinho também diz que anseia que as investigações ocorram de forma transparente. "Agradeço e tranquilizo meus familiares, amigos, eleitores e cidadãos da cidade de Bezerros e do Brasil", encerra.

A superplanilha encontrada na 23ª fase da Lava Jato lista as doações feitas a 279 políticos e 22 partidos de todo o País e é a maior relação de políticos e legendas associada a pagamentos de uma empresa desde o início da operação, há dois anos.

As anotações referem-se às campanhas eleitorais de 2012 (municipais) e 2014 (presidente, governadores, senadores e deputados). A lista ainda será analisada pela Polícia Federal, mas até o momento não há indicativo de que os pagamentos sejam irregulares.

Mais Lidas