Blitz

Suspeito de triplo homicídio em Barreiros é preso e confessa crime, diz polícia

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 01/04/2016 às 7:46
NOTÍCIA
Leitura:

Triplo homicídio aconteceu dentro de sorveteria em Barreiros, na Mata Sul.
Foto: reprodução/TV Jornal
Um dos suspeitos de cometer o triplo homicídio que matou dois homens e um menino de 7 anos em Barreiros, na Mata Sul pernambucana, foi preso nessa quinta-feira (31) no município, durante blitz realizada no centro.

Fábio Douglas Matos da Silva, 21 anos, teria tentado escapar do bloqueio policial, mas foi preso pouco tempo depois na Vila do Padre. Com "Fabinho", como é conhecido, foram encontradas uma pistola Taurus calibre 380 e várias munições.

Levado à delegacia, o suspeito foi reconhecido por testemunhas que presenciaram o triplo homicídio, de acordo com a Polícia Civil. Fábio teria confessado o crime e informado que outro homem, identificado como Jaílson Max Assis da Silva, 22, "Brau", também participou dos assassinatos. 

O segundo suspeito já tem um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas e homicídio, de acordo com a polícia. Ele segue foragido.

Polícia apreendeu uma arma e munições com suspeito.
Foto: divulgação/Polícia Civil
Conforme Fábio informou à polícia, o motivo do crime foi vingança. De acordo com Fábio Douglas, uma das vítimas, João Pedro de Lima, 25, havia tentado assassinar o autuado há aproximadamente um ano.

A intenção seria, portanto, matar apenas João Pedro, mas a vítima teria agarrado o filho de 7 anos e usado a criança como escudo. Testemunhas contestam esta informação, dizendo que foi o menino quem se abraçou ao pai numa tentativa de protegê-lo.

"Fabinho" é suspeito de outros dois homicídios em Barreiros e faz parte de uma quadrilha de traficantes de drogas que atua na cidade, ainda de acordo com a Polícia Civil. Após ser autuado em flagrante, ele foi levado ao Presídio de Palmares.

O principal alvo do crime, João Pedro, é suspeito de integrar uma gangue responsável por roubos na região, de acordo com a polícia.

ENTENDA O CASO - Três pessoas pessoas da mesma família (pai, filho e tio) estavam em na sorveteria da família no dia 26 de março deste ano quando os suspeitos se aproximaram e efetuaram os disparos.

As vítimas fatais foram João Pedro de Lima, o tio dele, Fernando Soares Silva Lima, 31, e o filho, de 7 anos. A companheira de João e mãe do menino foi atingida na perna e se fingiu de morta. Ela passa bem.

Após o crime, os suspeitos fugiram de moto. Os três corpos foram levados ao Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife.

O enterro aconteceu no último domingo (27) e comoveu a cidade, principalmente pela morte da criança.

Mais Lidas