Política

Raffiê filia-se ao PV e pode ser candidato a vereador de Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 04/04/2016 às 11:10
NOTÍCIA
Leitura:

Raffiê (no centro, de branco) reuniu-se com o presidente municipal do PV, César Filho, o presidente estadual do PV, Carlos Augusto, e o secretário de organização do PV estadual, Ladelço Gomes.
Foto: divulgação
Ex-presidente do PSDB Caruaru, no Agreste de Pernambuco, Raffiê Dellon decidiu filiar-se ao Partido Verde (PV) e pode ser candidato a vereador na cidade. Em entrevista ao NE10 Interior, o político afirmou que recebeu convites de 18 legendas desde que deixou o grupo tucano no mês passado.

"Me coloquei à disposição e estou muito animado pela oportunidade. Espero ser o primeiro vereador eleito do PV em Caruaru", afirma Dellon. Raffiê conversou com o senador Álvaro Dias (PV), que teria saído do PSDB por questões semelhantes às dele. Os presidentes municipal e estadual do PV também foram consultados.

Convidado para fazer parte da executiva estadual do partido, o político acredita que o PV pode propor ideias e "fazer uma política diferente" em Caruaru. Raffiê defendeu o enxugamento da máquina política e criticou os atuais rankings históricos de violência na cidade.

Questionado sobre o fato de o PV fazer parte da base do pré-candidato à Prefeitura de Caruaru Tony Gel (PMDB), Raffiê afirmou que vai seguir a orientação da legenda. "O PV já tinha esse compromisso antes de eu chegar, então isso tem que ser respeitado", disse.

Após passar 10 anos no PSDB, Dellon decidiu deixar o partido com a entrada do ex-governador João Lyra e a filha Raquel Lyra na legenda. Raffiê era o pré-candidato do PSDB à Prefeitura de Caruaru e foi trocado pela deputada estadual.

Considerando o ato uma traição, Dellon diz que o PSDB transformou-se em "asilo político da velha política", o que faria sua permanência na legenda "incompatível com seus princípios".

Mais Lidas