PRF

Dupla é presa em Quipapá com pedras preciosas avaliadas em R$ 220 mil

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 05/04/2016 às 10:18
NOTÍCIA
Leitura:

PRF apreendeu esmeraldas, celulares, documentos falsos, cartões de crédito, entre outros.
Foto: divulgação/PRF
Dois homens foram presos na madrugada desta terça-feira (5) em Quipapá, na Mata Sul pernambucana, suspeitos de tráfico de pedras preciosas, falsidade ideológica e uso de documentos falsos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou os suspeitos durante rondas na divisa entre Pernambuco e Alagoas.

A dupla estava em um veículo Golf branco, com placa de Castanhal (PA). De acordo com a PRF, ambos demonstraram nervosismo e entraram em contradição na conversa com os agentes federais. 

Após revistar o carro, a polícia encontrou uma mochila no porta-malas com 72 pedras de esmeralda, avaliadas em R$ 220 mil. Eles saíam de Maceió (AL) e seguiam para Caruaru, no Agreste, onde venderiam as jóias.

Suspeitos foram presos em Quipapá e levados para a Polícia Federal no Recife.
Foto: divulgação/PRF
Além disto, a PRF achou diversos documentos falsos, cartões de crédito de terceiros, R$ 3,8 mil, 160 bolivianos, talões de cheques de contas abertas com os documentos falsos e cinco aparelhos celulares com 11 chips de estados diferentes.

O motorista, um homem de 43 anos natural de Aracaju, já respondia pelos crimes de uso de documento falso e estelionato. De acordo com a PRF, ele possuía seis identidades com sua foto e nomes diferentes. O outro homem tem 46 anos e é natural de Palmeira dos Índios. Ambos foram levados para a Superintendência de Polícia Federal do Recife.

Mais Lidas