Após 5 horas

Manifestantes liberam rodovias em Pernambuco após protesto contra impeachment

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 15/04/2016 às 13:28
NOTÍCIA
Leitura:

Rodovias foram liberadas pelos manifestantes do MST
Foto: Divulgação/PRF.
Os manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) começaram a liberar as rodovias interditadas em Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apenas um trecho permanece interditado na BR-423, em Águas Belas, no Agreste. Os manifestantes, que são contrários à votação do processo de impeachment da presidente, marcado para este domingo (17) na Câmara dos Deputados, atearam fogo em pneus.

A PRF-PE informou que a manisfestação foi pacífica em todas as rodovias e que os manifestantes estão protestando contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff e pela democracia. Eles bloquearam sete trechos de rodovias federeais no Estado. Os protestos ocorreram em São Caetano, Arcoverde, Toritama, Moreno, Paudalho, Águas Belas, Petrolândia, Bonança e Goiana. 

Rodovias ficaram interditadas por mais de 5 horas
Foto: Divulgação/PRF.
De acordo com Cristiane Albuquerque, integrante da direção estadual do MST, estão programados para hoje cerca de 40 pontos de interdição no Estado. "Este é o mês que a gente declara como de luta pela reforma agrária. Estamos em protesto pela morte de dois companheiros de movimento no Paraná, lembrando o massacre de Eldourado dos Carajás, que completa 20 anos. O protesto é também em defesa da democracia e contra o golpe".

Ainda segundo Cristiane, o movimento irá participar de uma manifestação do Movimento Brasil Popular na noite desta sexta-feira no Derby, no Recife. "Não podemos deixar que o caos se instale no País. O que está acontecendo aí é um golpe".

Mais Lidas