Unidade de preservação

Árvores com mais de 25 anos são derrubadas em parque de Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/07/2016 às 9:40
NOTÍCIA
Leitura:

Árvores foram derrubadas dentro de unidade de conservação ambiental
Foto: João Domingos/Cortesia.
Árvores de espécies nativas com mais de 25 anos foram derrubadas no Parque Natural Professor João Vasconcelos Sobrinho em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o ambientalista João Domingos, foram derrubados árvores de espécies endêmicas do parque, como Sucupira, Louro e Imbaúba. Tanto trabalho para preservar e reflorestar. É um absurdo que isso ocorra dentro de uma unidade de preservação.

Segundo João Domingos, as espécies que foram derrubadas fazem parte de um grupo em extinção. Temos uma imensa área de recuperação, trabalhamos duro para manter a vegetação para vermos  algumas árvores de mais de 25 anos, espécies especialmente estratégicas  para a regeneração da mata atlântica sendo derrubadas dessa forma. Não foi uma poda, foi uma elimição.

O ambientalista afirma ainda que está é a terceira vez que árvores são cortadas dentro do parque. Nos episódios anteriores, foram realizadas podas drásticas, que é quando tiram os galhos e folhas de forma a deixar a árvore pelada. Mas desta vez a situação tomou uma dimensão nunca vista. A prefeitura nunca faz nada, apesar de ser sempre informada, explica.

O NE10 Interior entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Caruaru, que informou que se pronunciaria por meio de nota. Até o momento, a nota não foi recebida.

Mais Lidas