Apelo

Menino precisa de pomadas para continuar tratamento em Taquaritinga

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 21/07/2016 às 11:21
NOTÍCIA
Leitura:

Menino sofre com síndrome rara na pela que não tem cura
Foto: Reprodução/TV Jornal.
O pequeno Pedrinho, de 8 anos, está precisando de doações para continuar o tratamento das feridas causadas epidermólise bolhosa, síndrome rara que atinge a pele não tem cura. O menino que mora em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco, precisa de 5 pomadas Baume Plast B5 por dia para realizar os curativos necessários. A família afirma que tem apenas pomadas para mais quatro dias de tratamento.

Segundo Taíza Torres, amiga da família e responsável por arrecadar donativos, a pomada não é distribuída pelo Sistema Único de Saúde. Tudo com o SUS é muito demorado e o tratamento dele muda muito, depedendo de como a doença está. Se formos esperar pelo SUS, quando o remédio vier chegar, o tratamento já é outro, explica.

Ainda segundo Taíza, Pedrinho é acompanhado por um dermatologista e tem consulta a cada 15 dias. O dermatologista que atende ele, faz tudo por contra própria. Ele não quer ser identificado e sempre ajuda com remédios, mas precisamos de muitas pomadas para manter Pedrinho sem muitas feridas e sofrendo menos, complementa.

Quem puder doar as pomadas, devem entrar em contato com Taiza Torres ou Polyana Viegas pelos telefones (81) 9 9691-9117 ou (81) 9 9761-4986.


Mais Lidas