Divisão de Homicídios

Polícia investiga se jovens mortas em Petrolina foram estupradas

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/09/2016 às 8:14
NOTÍCIA
Leitura:

Jovens seguiam para o trabalho, uma fábrica no distrito industrial de Petrolina, quando foram mortas
Foto: reprodução/Google Maps
A delegada Sara Machado, da Divisão de Homicídios do Sertão, investiga se as jovens de 19 anos encontradas mortas nessa segunda-feira (5) no distrito industrial de Petrolina sofreram violência sexual.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, nenhuma linha de investigação foi descartada até o momento. Segundo a polícia, Taiane de Souza Costa e Bruna Souza Torres saíram de casa às 6h para o trabalho, numa fábrica no distrito industrial de Petrolina.

Ainda de acordo com a polícia, o trajeto feito pelas jovens é esquisito; de um lado há uma Estação de Esgoto e do outro um terreno baldio, com vegetação alta. Os corpos foram encontrados a 100 metros da pista por onde elas passavam a pé diariamente.

A suspeita é de que elas tenham sido abordadas por volta das 7h e sofrido violência sexual, uma vez que tiveram as roupas rasgadas e as mãos amarradas. Elas foram mortas com golpes de faca no pescoço.

Os cadáveres foram localizados pelo tio de uma das vítimas e levados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Petrolina, onde será feita a coleta de material para exames no laboratório de genética, no Recife. A polícia aguarda os resultados para dar prosseguimento às investigações.

Mais Lidas