Polícia

Ingazeira registra primeiro homicídio após quatro anos e meio

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 21/09/2016 às 10:24
NOTÍCIA
Leitura:

Município de Ingazeira, no Sertão de Pernambuco, é considerado tranquilo
Foto: divulgação/PE de A a Z
O município de Ingazeira, no Sertão de Pernambuco (385 km do Recife), registrou nessa terça-feira (20) o primeiro homicídio após quatro anos e seis meses sem registrar crimes de morte. O último assassinato ocorrido na cidade foi em 21 de março de 2012, de acordo com dados da Secretaria de Defesa Social (SDS). A vítima foi um adolescente de 16 anos, ex-interno da Funase.

No crime dessa terça (20), um agricultor de 54 anos foi morto enquanto ia para casa de moto com a esposa. Quando estava na Rua Pedro Pequeno, na Vila São José, foi abordado por dois suspeitos também de moto, que efetuaram cerca de quatro disparos de revólver e arma longa (tipo 12), de acordo com a Polícia Militar. A vítima morreu no local. 

A esposa do agricultor conseguiu correr e se escondeu em uma casa na região. Ainda segundo a PM, ela disse que um dos autores do crime seria seu ex-marido e irmão da vítima. O outro envolvido não foi identificado. A polícia segue em diligências para tentar localizar os suspeitos dentro do prazo para o flagrante. O caso será investigado pelo delegado Jorge Damasceno.

Perguntado se a polícia recebeu a notícia do homicídio com surpresa, o gestor da Polícia Civil da Diretoria Integrada do Interior 2, delegado José Rivelino, disse que casos de crimes passionais, como as informações preliminares apontam, são difíceis de evitar. "É lamentável, numa cidade que estava há vários anos sem homicídios", afirmou.

A mesma resposta foi dada pelo gestor da Polícia Militar da Dinter-2, o coronel José Ailton Teles. "Recebemos a notícia com surpresa, até pela motivação. O crime passional foge do controle da ação preventiva da polícia", afirmou. A ação do 23º BPM é realizada por meio de rondas, blitzes e abordagem, de acordo com o coronel. A polícia também faz trabalhos de conscientização nas comunidades para que as pessoas vivam em harmonia. "O trabalho da PM é feito com muita proximidade da população", garante.

De acordo com os gestores, o baixo número de assassinatos em Ingazeira é em decorrência do trabalho preventivo e de investigação da polícia, além da característica da própria região, considerada pacífica e tranquila, tanto pelo delegado como pelo coronel.

Além de Ingazeira, outros oito municípios pernambucanos não haviam registrado nenhum homicídio até o fim de agosto deste ano, segundo a SDS: Brejinho, Calumbi, Dormentes, Granito, Ibirajuba, Itacuruba, Orobó e Saloá. As seis primeiras cidades ficam no Sertão; as duas últimas, no Agreste. Veja na tabela divulgada pela SDS no fim de agosto deste ano:

Mais Lidas