Atendimento

Família denuncia negligência após morte de homem em UPA de Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 07/10/2016 às 14:58
NOTÍCIA
Leitura:

Família acredita que houve negligência médica e que o procedimento de classificação de risco não foi feito da forma adequada
Foto: reprodução/TV Jornal
Um homem de 47 anos morreu nessa quinta-feira (6) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vassoural, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A família acredita que houve negligência médica e que o procedimento de classificação de risco não foi feito da forma adequada.

Veja na reportagem do "Povo na TV", da TV Jornal no interior:



Em nota enviada à TV Jornal, a Secretaria de Saúde disse que, ao chegar na unidade, o paciente apresentava pressão de 15/9 e se queixava de dores de cabeça e vômito. Ele recebeu a pulseira verde. 

Meia hora depois, ainda segundo a pasta, o homem se sentiu mal e foi conduzido para a sala vermelha. O protocolo de reanimação foi feito até às 22h42, quando foi constatado o óbito.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, a escala de médicos da UPA do Vassoural esteve completa durante todo o dia dessa quinta (6), com dois clínicos gerais e três pediatras.

O corpo da vítima foi levado para o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) para identificação da causa da morte.

Mais Lidas