Justiça Federal

Acusados de matar promotor de Itaíba vão a júri popular nesta segunda

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 24/10/2016 às 8:42
NOTÍCIA
Leitura:

Promotor de Justiça Thiago Faria Soares foi morto enquanto seguia de carro para Itaíba, no Agreste
Foto: arquivo pessoal
Os quatro acusados de envolvimento no assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, em 2013, vão a júri popular a partir desta segunda-feira (24). O primeiro dia da sessão de julgamento está marcado para 9h, na sala do Tribunal do Júri, no Fórum Ministro Artur Marinho, sede da Justiça Federal em Pernambuco (JFPE).

José Maria Pedro Rosendo Barbosa, José Maria Domingos Cavalcante, Adeildo Ferreira dos Santos e José Marisvaldo Vitor da Silva serão julgados por homicídio doloso e pela tentativa de homicídio contra a então noiva do promotor, Mysheva Freire Ferrão Martins e o tio dela, Adautivo Elias Martins.

A audiência de instrução e julgamento do caso foi realizada em março do ano passado. Na época, 34 testemunhas foram ouvidas (16 de acusação e 18 de defesa, além de Mysheva e do tio). A decisão de levar os acusados a júri popular foi tomado pelo juízo da 36ª Vara Federal em abril de 2015. O sorteiro dos jurados aconteceu no dia 12 de setembro deste ano: serão 25 jurados e mais 25 suplentes.

Crime

O promotor de Itaíba Thiago Faria foi morto em 14 de outubro de 2013, a tiros de espingarda calibre 12, enquanto seguia de carro para Itaíba, cidade no Agreste de Pernambuco, pela rodovia PE-300. Faria estava acompanhado da então noiva, Mysheva Freire Ferrão e de um tio dela, quando outro veículo se aproximou e efetuou os disparos. Os passageiros conseguiram escapar. O fazendeiro José Maria Pedro Rosendo é suspeito de ser mandante do crime; a motivação teria sido disputa por terras.

Mais Lidas