Luto

Morre artista plástico de Bezerros Gilmar Silvestre

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 25/10/2016 às 11:48
NOTÍCIA
Leitura:

Gilmar Silvestre fazia máscaras com cabeções, sua principal identidade
Foto: divulgação/Prefeitura de Bezerros
O artista plástico Gilmar Silvestre, um dos mais conhecidos em Bezerros, no Agreste de Pernambuco, faleceu na manhã desta terça-feira (25), aos 57 anos. Silvestre enfrentava um câncer e estava internado há quase um mês em um hospital do Recife.

Gilmar Silvestre trabalhou como supervisor de serviços na Secretaria de Cultura, pintava telas e era um grande carnavalesco. De acordo com o diretor de Cultura do município, Eduardo Ferreira, o estilo da fantasia de papangu feita pelo artista era marcada pelos cabeções. "Ele tinha uma identidade própria, as pessoas identificavam ele pelo tipo da máscara", afirma. Gilmar Silvestre também é fundador do bloco Turma do Gilmar, que desfilou por 35 anos.

Por meio de nota, o prefeito Branquinho lamentou a morte do artista. "São poucos que retrataram nosso Carnaval, com o verdadeiro sentido que Gilmar Silvestre fez. Ele e outros em nossa cidade sabem que a maior expressão popular do Brasil é festejada em Bezerros como em nenhum lugar do mundo, com valorização da cultura. Ele descansou, mas deixou sua obra e a lembrança de tantos carnavais onde nos divertimos muito", diz o texto.

O velório está sendo realizado na Câmara de Vereadores de Bezerros. O sepultamento está marcado para 17h, no Cemitério do Rosário.

Mais Lidas