Abastecimento

Paulo Câmara visita obras do Sistema Pirangi, que levará água para o Agreste de PE

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 25/10/2016 às 8:09
NOTÍCIA
Leitura:

Pirangi levará água da região para o Sistema Prata, que abastecerá Caruaru, e outros nove municípios do Agreste
Foto: arquivo/Compesa
O governador Paulo Câmara visita nesta terça-feira (25) as obras do Sistema Adutor Pirangi, em Catende, na Mata Sul de Pernambuco. Paulo também toma café da manhã com os operários. O Pirangi levará água da região para o Sistema Prata, que abastecerá Caruaru, e outros nove municípios do Agreste.

A vazão será dobrada de 600 litros por segundo para 1,2 mil litros por segundo. Cerca de 800 mil pessoas serão beneficiadas. O investimento do Governo de Pernambuco é de R$ 60 milhões no Sistema Pirangi, em articulação com o Banco Mundial.

Em entrevista à Rádio Jornal Caruaru, Paulo Câmara disse que a obra está em ritmo avançado e a previsão de conclusão é janeiro de 2017. O governador também afirmou que vai fazer cobranças ao Governo Federal para agilizar obras como a Adutora do Agreste e a transposição do Rio São Francisco.  "Estamos priorizando esta questão [do abastecimento] deste o início do governo", afirmou.



Ainda segundo o governador, o Pirangi não vai resolver o problema definitivamente, mas vai dar uma melhoria na qualidade do abastecimento de água de Caruaru e de toda a região: "É uma questão fundamental diante da seca que se agravou nos últimos anos. Tivemos que agir de imediato", disse Paulo Câmara.

Além de Caruaru, serão beneficiados os municípios de Santa Cruz do Capibaribe, Altinho, Agrestina, Cachoeirinha, Passira, Ibirajuba, Toritama, Riacho das Almas e Cumaru.

O governador também afirmou que a previsão meteorológica é de volte a chover na região, mas independente disto, as obras irão continuar. "Nós também temos um projeto de levar água de Serro Azul [Mata Sul] que nós vamos inaugurar até o final do ano", afirmou.

Questionado sobre a situação de Jucazinho, em Surubim, que entrou em colapso no mês passado, Paulo Câmara disse que um diagnóstico foi feito e encaminhado ao Governo Federal. "É importante o Governo Federal fazer alguns reparos na barragem que já foram identificados, para que quando as chuvas voltem a ocorrer, Jucazinho esteja preparado para receber essas chuvas e poder novamente funcionar em favor da população do Agreste", disse.

Ouça a entrevista completa:

Mais Lidas