Crime ambiental

CPRH apreende 145 galos e multa em R$ 435 mil dono de rinha em Toritama

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 26/10/2016 às 16:59
NOTÍCIA
Leitura:

Três arenas foram montadas no espaço utilizado para as competições
Foto: divulgação/CPRH
A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) apreendeu 145 galos de rinha em Toritama, no Agreste de Pernambuco. O proprietário do espaço, que funcionava no sítio Cacimba, foi multado em R$ 435 mil por crime ambiental.

A ação, que contou com a parceria do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi) e da Polícia Civil, foi realizada no último sábado (22) e divulgada nesta quarta-feira (26).

No momento da ação, no sábado à noite, 170 pessoas estavam no local, que tem uma estrutura especialmente criada para a prática da rinha de galo, que é crime no Brasil. De acordo com a CPRH, três arenas foram montadas, onde os animais eram colocados para os confrontos, que só terminavam quando um dos animais morria.

Multa para o dono da rinha foi a máxima da lei de crimes ambientais
Foto: divulgação/CPRH
Cinco pessoas foram levadas, ainda na noite de sábado, para a Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe. A multa para o dono da rinha foi a máxima da lei de crimes ambientais, para casos de maus tratos a animais. Quatro das pessoas foram liberadas; uma delas ficou presa, porque se tratava de um foragido.

Mais Lidas