Compesa

Colapso da Barragem Riacho do Pau altera abastecimento em Arcoverde

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 08/11/2016 às 10:31
NOTÍCIA
Leitura:

Barragem Riacho do Pau, localizada em Pedra, no Agreste, está com 0,9% da capacidade
Foto: divulgação/Compesa
A Barragem Riacho do Pau, localizada no município de Pedra, no Agreste, está com 0,9% da capacidade total, de 16,8 milhões m³, e não oferece mais condições de captação de água. A informação é da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que precisou alterar o calendário de abastecimento em Arcoverde, no Sertão.

De acordo com a Compesa, o abastecimento de Arcoverde será feito pelos cinco poços da Bacia do Frutuoso, que ficam em Ibimirim, também no Sertão. A água captada nos poços é transportada pela Adutora do Jatobá, ao longo de 69 quilômetros, até chegar à Estação de Tratamento (ETA) Arcoverde, com vazão média de 82 litros por segundo.

Ainda segundo a companhia, o atendimento da cidade será feito em um regime de cinco dias com água e 23 dias sem. O novo calendário pode ser acessado no site da Compesa.

Adutora do Moxotó

Arcoverde é uma das sete cidades que serão beneficiadas pela Adutora do Moxotó. A primeira etapa da obra já está em execução. De acordo com a Compesa, o empreendimento vai captar água no Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco e será integrado à Adutora do Agreste.

A obra será realizada em duas etapas e prevê a implantação de 67 quilômetros de adutora em tubos de ferro fundido (600 mm de diâmetro), três estações elevatórias e a captação na Barragem do Moxotó.

A previsão é concluir as intervenções em 15 meses, a partir da data da assinatura da ordem de serviço. A segunda etapa está em fase de licitação e quando as duas partes estiverem concluídas a adutora fará a condução de água da Estação Elevatória 1, na Barragem do Moxotó, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) em Arcoverde.

Mais Lidas