Insegurança

Funcionário do açougue de Caruaru esfaqueado em tentativa de latrocínio

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 23/11/2016 às 12:17
NOTÍCIA
Leitura:

Auxiliar de serviços gerais Inácio Jordão da Silva, 59 anos, foi levado para o Hospital Regional do Agreste (HRA)
Foto: divulgação
Um auxiliar de serviços gerais que trabalha no açougue municipal de Caruaru, localizado no Parque 18 de Maio, foi vítima de tentativa de latrocínio na manhã desta quarta-feira (23).

De acordo com a capitã Clarissa Martins, do 4º Batalhão da Polícia Militar, duas pessoas teriam chegado ao local e anunciado o assalto. Os suspeitos não teriam conseguido roubar o funcionário e o esfaquearam. O funcionário do açougue foi levado para o Hospital Regional do Agreste (HRA). De acordo com o serviço social da unidade de saúde, ele chegou consciente e por volta das 12h30 seguia para o bloco cirúrgico.

O funcionário foi identificado como Inácio Jordão da Silva, 59 anos. Apesar de a PM ter dito que nada foi roubado, uma nota enviada pela Prefeitura de Caruaru diz que o auxiliar de serviços gerais teve a carteira e o celular roubados.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, pessoas que estavam no local detiveram um dos suspeitos e o agrediram. Ele foi levado para a UPA Estadual em estado grave, ainda de acordo com a capitã Clarissa Martins. O outro suspeito, que teria sido o autor do golpe de faca, fugiu e ainda não foi localizado pela polícia.

Confira a íntegra da nota da prefeitura:

"Na manhã desta quarta (23), o funcionário Inácio Jordão, que trabalha nos serviços gerais do Açougue Municipal, no Parque 18 de Maio, foi vítima de um assalto. Segundo os relatos da vítima, três homens e uma mulher chegaram ao espaço, quando a mulher se dirigiu aos banheiros e os homens anunciaram o assalto, levando sua carteira e celular. Um deles proferiu um golpe de faca no funcionário. Os comerciantes perceberam a movimentação e prestaram socorro à vítima. Outros conseguiram deter o homem que proferiu o golpe. Os demais envolvidos fugiram. A Polícia Militar foi acionada e está à frente da investigação".

Mais Lidas