Sertão

Suspeito de triplo homicídio é preso quando estava na missa em Triunfo

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/01/2017 às 12:28
NOTÍCIA
Leitura:

Homem foi preso no Sítio Mumbaça, na zona rural do município
Foto: divulgação
Um agricultor foi preso nessa quinta-feira (5) suspeito de cometer um triplo homicídio em Triunfo, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, Thiago Honorato dos Santos, 23 anos, estava assistindo a uma missa numa capela próxima à residência dele quando foi abordado pelos policiais.

O suspeito foi preso após a polícia encontrar o corpo do vizinho dele, também agricultor, dentro de um buraco de fossa na propriedade do acusado, no Sítio Mumbaça, na zona rural do município. O cadáver estava embaixo de um piso de cimento recém aplicado e de uma camada de folhas secas. A vítima foi identificada como José Oliveira Macedo, 59 anos.

Antes de o corpo do agricultor ser encontrado, a polícia chegou a considerar a hipótese de que José Oliveira era autor do duplo homicídio da esposa e do filho dele, cujos corpos foram encontrados nos dias 31 de dezembro de 2016 e 1º de janeiro deste ano, respectivamente.

De acordo com a delegada Andreza Gregório, Thiago Honorato dos Santos foi conduzido à Delegacia de Flores e confessou ter matado a família com o objetivo de se apropriar dos terrenos deles, que totalizavam menos de 7 hectares. Ele foi autuado em flagrante por ocultação de cadáver, juntamente com representação de prisão cautelar pelos três homicídios. "Solicitamos a prisão preventiva dele, devido ao grau de periculosidade e frieza", afirmou a delegada.

Crimes

Em depoimento, o suspeito disse que matou o agricultor primeiro, no dia 30 de dezembro de 2016, e seguiu para a casa da vítima para pegar as escrituras e outros documentos. Chegando lá, matou o filho do casal, Sidney, e a esposa do agricultor, Marlene. Os homens teriam sido assassinados com o uso de um instrumento contundente, já a mulher, com um golpe de faca. O corpo do jovem foi encontrado no dia 1º, enterrado dentro de um buraco feito para cacimba, na propriedade do suspeito. A mulher foi encontrada morta no dia 31 de dezembro, dentro da residência dela.

Mais Lidas