Canhotinho

Detento é morto dentro do Centro de Ressocialização do Agreste

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 23/01/2017 às 8:57
NOTÍCIA
Leitura:

Caso aconteceu no Centro de Ressocialização do Agreste, em Canhotinho
Foto: reprodução/TV Jornal
Um detento foi morto após ser espancado nesse domingo (22) dentro do pavilhão D do Centro de Ressocialização do Agreste, em Canhotinho. Ele teve a cabeça batida contra a parede e o chão do prédio e foi agredido com socos, chutes e pontapés, de acordo com a Polícia Militar.

Ainda segundo a polícia, o empalhador Josemar de Souza Silva, 20 anos, teve morte cerebral. A vítima foi levada para o Hospital Regional Dom Moura (HRDM), em Garanhuns, mas não resistiu aos ferimentos. Outro preso de 21 anos também sofreu lesões pelo corpo e foi encaminhado para a unidade de saúde.

Os dois foram agredidos após uma briga na unidade. O motivo, ainda de acordo com a PM, teria sido o furto de uma pulseira, o que provocou um tumulto generalizado.

Suspeitos levados para a delegacia

Seis presos, de idades entre 21 e 37 anos, foram levados para a Delegacia de Garanhuns para os procedimentos cabíveis. Dois deles foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio; os outros foram qualificados e todos foram reconduzidos à unidade prisional. Tanto os suspeitos quanto as vítimas das agressões foram presos por tráfico de drogas.

Mais Lidas