Julgamento

Mutirão penitenciário é realizado a partir desta quinta em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 26/01/2017 às 11:03
NOTÍCIA
Leitura:

Cerca de 600 presos são provisórios na Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS)
Foto: reprodução/TV Jornal
Um mutirão para julgamento de processos de réus presos, em tramitação na comarca de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, que estão prontos para sentença, será realizado a partir desta quinta-feira (26). O mutirão tem previsão para durar 60 dias e pode ser prorrogado por igual período.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), a Central de Agilização Processual irá receber os processos de réus presos para julgamento, deixando as varas com maior liberdade para instruir os processos em andamento. O mutirão será coordenado pelo juiz Gleydson Lima. Oito juízes participação do mutirão no Agreste do Estado.

Segundo o conselho da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Caruaru, existem cerca de 600 presos provisórios na Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS). O número corresponde a quase 50% da população carcerária na unidade.

Mais Lidas