Órgãos

Operação apreende 738 kg de alimentos de origem animal em Petrolina

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 07/04/2017 às 10:24
NOTÍCIA
Leitura:

Operação esteve em supermercados de Petrolina, no Sertão
Foto: divulgação/Adagro

Uma operação conjunta apreendeu nessa quinta-feira (6) cerca de 738 quilos de alimentos de origem animal em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A ação contou com atuação da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (Adagro), Vigilância Sanitária, Ministério Público de Pernambuco (MPPE), polícias Militar e Civil, Guarda Municipal e Secretaria de Desenvolvimento Urbano.

De acordo com o gerente estadual de inspeção animal, André Sérgio Nogueira, a motivação da operação foi o combate aos produtos clandestinos de origem animal, que não passaram por processo de inspeção. Segundo ele, os animais têm que ser abatidos em matadouros em que existe inspeção municipal, estadual ou federal, desde o processo antes de ser abatido até o pós-morte.

Material apreendido foi levado para aterro sanitário
Foto: divulgação/Adagro

"A inspeção identifica se o animal tem alguma doença, como as zoonoses, que são transmitidas de animais para seres humanos. Alguns animais são abatidos no mato, em condições precárias. Depois que a carne está no comércio, fica difícil identificar se não existe a procedência", explica André Sérgio.

Material apreendido

A ação esteve em supermercados, casas de carne e um mercado popular de Petrolina. No total, foram apreendidos 738,405 quilos de produtos de origem animal impróprios para o consumo, que eram transportados sem refrigeração ou em condições impróprias de acondicionamento. Destes, 450,98 quilos de carne bovina, caprina, ovina e aves; 30,17 quilos de vísceras bovinas; 230 quilos de salsicha; 14,49 quilos de bacon; 3,2 quilos de mortadela e 9,56 quilos de queijo. O material apreendido foi levado para um aterro sanitário.

Mais Lidas