Doença

Shows arrecadam fundos para tratamento de crianças com AME em Caruaru

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 25/04/2017 às 12:06
NOTÍCIA
Leitura:

Família de Nicollas precisa de ajuda para montar a estrutura "home care" enquanto aguarda o tratamento
Foto: divulgação

Artistas de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, realizam dois shows beneficentes nesta quinta-feira (27) e no dia 4 de maio para arrecadar fundos para o tratamento de duas crianças na cidade, Aninha e Nicollas, de oito meses, que sofrem com Atrofia Muscular Espinhal (AME).

Aninha também sofre com a Atrofia Muscular Espinhal
Foto: divulgação

As apresentações serão realizadas no teatro do Sesc Caruaru, no bairro Petrópolis, a partir das 20h. Entre os artistas estão Valdir Santos, Tony Maciel, Renilda Cardoso, Azulinho, Riá Oliveira, Bruno Carvalho e os músicos Wagner Clark (violão), Vagner Santos (percussão) e Luiz Felipe (teclado). Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 20 na banca Terceiro Mundo.

As famílias das duas crianças lutam para conseguir o dinheiro para custear um medicamento que ainda não foi liberado no Brasil. A família de Nicollas ainda precisa de ajuda para montar a estrutura de "home care" enquanto aguarda o tratamento. A renda será dividida entre as famílias para o tratamento das crianças.

AME

A Atrofia Muscular Espinhal é uma doença genética e hereditária e não tem cura definitiva. Um medicamento, que ainda não foi liberado no Brasil, tem apresentado bons resultados em países como os Estados Unidos. O remédio pode aumentar a expectativa dos portadores da doença. Aninha e Nicollas são portadores da AME tipo 1, o tipo mais grave.

Dados da Associação dos Amigos da Atrofia Espinhal (AAME) revelam que a doença atinge uma a cada 10 mil pessoas. No Brasil, são 300 novos casos a cada ano, sendo 60% desses do tipo 1. A criança que sofre da AME tipo 1 só tem expectativa de viver até os dois anos de idade, ainda segundo a associação.

Mais Lidas