Operação

PF investiga fraude em licitações em municípios do Sertão de PE

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 11/05/2017 às 10:19
NOTÍCIA
Leitura:

Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em locais como escritórios, residência e prefeituras
Foto: divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (11) a "Operação Couraça", com o objetivo de combater fraude a licitação e desvio de recursos públicos nos municípios de Itapetim e Brejinho, no Sertão de Pernambuco. A ação é realizada em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU) e a suspeita é de que o grupo criminoso tenha movimentado mais de R$ 40 milhões.

De acordo com a Polícia Federal, o inquérito foi instaurado em 2016 em Itapetim, e foi descoberto que a fraude também alcançava o município vizinho. Segundo a investigação, estava acontecendo o favorecimento a determinadas empresas fantasmas, compostas por sócios laranjas. As empresas venciam as licitações para execução de obras públicas com verbas federais, especialmente nas áreas de saúde e educação.

Segundo a PF, a fraude ao caráter competitivo dos procedimentos licitatórios já está configurada. As medidas da operação buscam verificar a ocorrência de outros crimes, como corrupção e lavagem de dinheiro, além de associação criminosa. A suspeita é de que o grupo esteja atuando desde 2013 e já tenha movimentado mais de R$ 40 milhões.

Grupo criminoso teria movimentado mais de R$ 40 milhões
Foto: divulgação/Polícia Federal

Nesta quinta, serão cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, nas cidades de Itapetim, Brejinho, São José do Egito e no Recife, em locais como escritórios, residência e prefeituras. Oitenta policiais federais, além de quatro servidores da CGU participam a operação.

Municípios têm IDH baixo

Mandados são cumpridos em Itapetim, Brejinho, São José do Egito e no Recife
Foto: divulgação/Polícia Federal

De acordo com a PF, tanto Itapetim e Brejinho têm o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixo (99ª e 128ª posição no Estado). O nome da operação, "Couraça", faz alusão a "fazer Justiça para se chegar à verdade", conforme escrito na Bíblia: "Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça" - (Efésios 6:14).

Mais Lidas