Câmara de Vereadores

Vereador preso em Garanhuns deve ser afastado das funções

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 12/05/2017 às 8:37
NOTÍCIA
Leitura:

Vereador deve ser afastado das funções na Casa Raimundo de Moraes, em Garanhuns
Foto: divulgação/Câmara de Garanhuns

A Câmara de Vereadores de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, deverá afastar das funções o vereador Marinho das Estivas (PHS), que foi preso durante a Operação "Sem Fronteiras", deflagrada na quarta-feira (10) pela Polícia Civil de Pernambuco e Alagoas.

De acordo com a presidente da Casa Raimundo de Moraes, Carla de Zé Vilaço (PTB), Marinho das Estivas deverá ser substituído pelo suplente, que assumirá o cargo nos próximos dias.

O vereador Mário dos Santos Campos Júnior (Marinho da Estiva), 34 anos, foi detido na Câmara de Vereadores no dia da operação. Além dele, foram presos o tenente da Polícia Militar Djoou Silva de Carvalho, 42, o líder da organização criminosa, Cícero dos Santos Camillo, 41, e outras 10 pessoas.

Operação Sem Fronteiras

O foco da operação estava em prender integrantes de uma organização criminosa voltada para assaltos a banco e roubo de carga e de carros, além de tráfico de drogas. A operação teve por objetivo dar cumprimento a 23 mandados de prisão preventiva e 26 mandados de busca e apreensão domiciliar. Na operação foram empregados 120 policiais civis e militares, de Pernambuco e Alagoas.

Mais Lidas