Cetas Tangara

Gato-mourisco atropelado em rodovia passa por cirurgia

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 19/05/2017 às 12:13
NOTÍCIA
Leitura:

Gato-mourisco (Puma yagouaroundi) é espécie ameaçada de extinção
Foto: divulgação/CPRH

Um gato-mourisco (Puma yagouaroundi) que foi atropelado em uma rodovia no município cearense de Barbalha, na Chapada do Araripe, passará por cirurgia no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas Tangara). O animal está na lista de ameaçados de extinção e foi entregue a agentes ambientais da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), em Exu, no Sertão de Pernambuco.

De acordo com a CPRH, o gato-mourisco, que está na fase adulta, foi encontrado acidentado em Barbalha na última segunda-feira (15). Ele sofreu fraturas no fêmur e na pélvis. Inicialmente, foi recolhido por agentes da Área de Proteção Ambiental (APA) do Araripe, unidade de conservação federal com abrangência em áreas de predominância da caatinga em três Estados (Ceará, Piauí e Pernambuco). Na terça (16), foi entregue à CPRH em Exu.

No Cetas Tangara, o gato passou por avaliação clínica, com exames de Raio X e ultrassom. Foi constatado que o bicho precisa passar por cirurgia no fêmur, que será realizada por veterinários do Centro de Triagem e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). A intervenção ocorrerá no início da próxima semana.

Cetas Tangara

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas Tangara), que fica no bairro da Guabiraba, na zona norte do Recife, é o local de destinação de animais silvestres recolhidos em ações de resgate e apreensão, além de receber entregas voluntárias. No local, os animais são tratados, reabilitados e preparados para reintrodução à natureza.

Mais Lidas