Saúde

Hospital São Sebastião, em Caruaru, não será municipalizado

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 22/08/2017 às 10:10
NOTÍCIA
Leitura:

Nova previsão é de que o Hospital São Sebastião seja reaberto em dezembro deste ano
Foto: reprodução/TV Jornal

Alvo de polêmicas que se intensificaram nas últimas semanas, o Hospital São Sebastião, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, não será municipalizado como previsto. O secretário estadual de Saúde, Iran Costa, anunciou na manhã desta terça-feira (22) que a unidade de saúde ficará sob a responsabilidade do Estado e será gerida por uma Organização Social.

Em entrevista à Rádio Jornal Caruaru, Iran Costa disse que a previsão é de que o hospital seja entregue até dezembro deste ano. "Eu fui ao governador e dei a ideia que já que a gente ia ter que fazer esse custeio, que nós fizéssemos esse custeio, mas que ele continuasse na rede de urgência e emergência, como foi pactuado em 2012, e como leito de retaguarda para o Hospital Regional do Agreste. A população da região vive um problema sério na emergência do HRA", afirmou.

Durante a negociação, a secretaria municipal de Saúde afirmou que não teria condições de arcar com o custo de mais de R$ 1 milhão por mês.

O secretário estadual de Saúde informou ainda que 40% das unidades de saúde do Estado são geridas por Organizações Sociais e 60% são através de administração direta. "O governo defende este modelo híbrido, não podemos ficar na mão de um modelo só", disse Iran Costa.

Após tomar conhecimento da decisão, a Prefeitura de Caruaru emitiu uma nota em que lamentava uma suposta decisão política do Governo de Pernambuco em não municipalizar o São Sebastião. O texto também dizia que a prefeita Raquel Lyra tomou conhecimento da decisão através da imprensa.

Segundo a prefeitura, caso fosse municipalizado, o São Sebastião teria perfil em assistência de clínica médica e cirurgia eletiva. "Se o governador Paulo Câmara, em promessa de campanha, não cumpriu com sua palavra de municipalizar o hospital, é, agora, responsabilidade da prefeitura e de todos os caruaruenses fiscalizar para que, pelo menos, seja entregue um hospital equipado e com tudo o que foi prometido", diz a nota da prefeita.

A prefeitura informou ainda que irá procurar um novo espaço para realização das cirurgias eletivas. Na última sexta-feira (18), uma reunião foi realizada entre o secretário estadual de Saúde, Iran Costa, e a secretária municipal de Saúde, Ana Maria Albuquerque, para discutir o assunto.

Hospital São Sebastião

Localizado na Avenida Agamenon Magalhães, no bairro Maurício de Nassau, o Hospital São Sebastião está fechado desde 2004. A Secretaria Estadual de Saúde afirma que as obras estão com cerca de 99% dos serviços concluídos e as licitações para equipar a unidade de saúde já começaram. O Governo do Estado disse que, nos últimos anos, os investimentos no Agreste ampliaram o acesso à saúde pública, reduzindo o deslocamento de moradores do interior ao Recife em busca de consultas com médicos especialistas.

De acordo com os dados, Caruaru recebeu a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), inaugurada em 2010, a Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE), em 2013, e o Hospital Mestre Vitalino, em 2014. Além do Hospital São Sebastião, que está próximo de ser concluído, o Estado também está construindo em Caruaru o Hospital da Mulher do Agreste, que tem previsão de ser inaugurado no primeiro semestre de 2018.

Mais Lidas