Caruaru

Carro do jornalista Alexandre Farias passa por perícia neste domingo

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 17/09/2017 às 16:13
NOTÍCIA
Leitura:

Carro do jornalista Alexandre Farias passa por perícia neste domingo
Foto: Reprodução/ TV Jornal

O carro do jornalista Alexandre Farias, que foi vítima de bala perdida durante uma perseguição policial, passou por uma perícia na manhã deste domingo (17), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, o veículo foi atingido por um disparo no para-brisas. No interior do automóvel foram encontradas algumas sacolas de supermercado e muitas manchas de sangue.

Os peritos do Instituto Criminalista (IC) também realizaram perícia no veículo que estava sendo utilizado pelos bandidos. O carro foi encontrado no Sítio Taquara de Baixo, em Caruaru, e estava com o vidro traseiro destruído. Dentro do automóvel tinham roupas, um jornal e vários estilhaços de vidro por causa da troca de tiros. No veículo também foi feito a papiloscopia, que é um procedimento usado para encontrar impressões digitais.

A viatura da Polícia Militar, que foi conduzida pelos policias no momento da perseguição, passou por uma vistoria. O carro foi atingido por alguns disparos na lataria, e também ficou com marcas no para-brisas.

Durante uma coletiva realizada neste domingo (17), pela Polícia Civil, em Caruaru, o delegado Bruno Vital ressaltou a importância do trabalho da perícia. "É importante esse trabalho, pois é através da perícia que vamos entender e comprovar a dinâmica do crime", falou o delegado.

Caso

Alexandre Farias foi baleado dentro de seu carro enquanto seguia para sua casa, no bairro do Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. No caminho, o jornalista ficou no meio de um tiroteio causado por uma perseguição policial contra bandidos que estariam em um carro roubado.

Ainda durante a fuga dos suspeitos, dois socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) que atendiam uma vítima de um acidente de trânsito, também foram atropelados pelos bandidos. Os dois socorristas foram levados para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e não correm risco de morrer.

Alexandre foi socorrido pelo Samu para o HRA, mas foi transferido pouco depois para o Hospital da Unimed do município. Segundo os médicos da unidade ainda não sabe precisar se o jornalista ficará com sequelas. Só com o fim do coma induzido que se poderá avaliar as consequências do tiro.

Mais Lidas