Caruaru

Socorrista fala de momento em que foi atropelado durante perseguição

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 18/09/2017 às 9:08
NOTÍCIA
Leitura:

Socorrista do Samu estava em ocorrência quando foi atropelado
Foto: Reprodução/ TV Jornal

Um condutor, de 47 anos, e uma técnica de enfermagem, de 36 anos, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram atropelados por bandidos durante uma troca de tiros com policias no bairro do Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, neste sábado (16). De acordo com a Polícia Militar, os socorristas estavam atendendo uma vítima de acidente de trânsito no local, quando foram atingidos por um carro onde os suspeitos estavam.

Ainda segundo a polícia, as vítimas foram socorridas para o Hospital Regional do Agreste (HRA). De acordo com a unidade de saúde, o motorista sofreu lesões na face e no crânio, e já recebeu alta na manhã deste domingo (17). A técnica de enfermagem permanece em observação no HRA, ela sofreu uma fratura na região da tíbia. A adolescente, de 16 anos, que estava sendo socorrida no momento do acidente, também sofreu uma fratura e continua internada.

Os bandidos que atropelaram os socorristas foram os mesmos envolvidos com o apresentador do ABTV 2ª edição, da TV Asa Branca. O jornalista Alexandre Farias seguia para sua casa, no bairro do Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, após apresentar o telejornal, quando foi vítima de uma bala perdida durante uma perseguição policial.

Caso

Alexandre Farias foi baleado dentro de seu carro enquanto seguia para sua casa, no bairro do Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. No caminho, o jornalista ficou no meio de um tiroteio causado por uma perseguição policial contra bandidos que estariam em um carro roubado.

Ainda durante a fuga dos suspeitos, dois socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) que atendiam uma vítima de um acidente de trânsito, também foram atropelados pelos bandidos. Os dois socorristas foram levados para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e não correm risco de morrer.

Alexandre foi socorrido pelo Samu para o HRA, mas foi transferido pouco depois para o Hospital da Unimed do município. Ele permanece internado em coma induzido.

Confira na reportagem do TV Jornal Manhã da TV Jornal Interior.

Mais Lidas