Caruaru

Suspeitos do caso de Alexandre Farias passam por Audiência de Custódia

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 19/09/2017 às 14:35
NOTÍCIA
Leitura:

Audiência de Custódia de suspeitos acontece no Fórum Caruaru
Foto:

Vai ser realizada na tarde desta terça-feira (19), no Fórum de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, a Audiência de Custódia dos quatro suspeitos envolvidos no caso do jornalista Alexandre Farias, vítima de bala perdida no bairro do Alto do Moura.

Os bandidos, que são foragidos da penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, foram presos nesta segunda-feira (18) durante uma incursão feita pelas Polícias Militar e Civil no Sítio Xique Xique, zona rural do município.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos Vagner Santos Figueiredo, 30 anos; José Raniere de liveira Simão, 32 anos; Vitor Luiz Bezerra da Silva, 20 anos; e Iérica Alves do Nascimento, idade não informada, podem responder pelos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa, roubo majorado, lesão corporal grave, tentativa de homicídio, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.

Durante a perseguição policial, o suspeito Igor Alves do Nascimento, de 34 anos, foi baleado e morreu no local. Ainda de segundo a PC, ele participava de uma facção criminosa.

A Audiência de Custódia será conduzida pelo juiz Rommel Silva Patriota, a promotora Natália Maria Campelo e a defensora pública Marina Joffily de Souza.

Caso:

Alexandre Farias foi baleado dentro de seu carro enquanto seguia para sua casa, no bairro do Alto do Moura, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. No caminho, o jornalista ficou no meio de um tiroteio causado por uma perseguição policial contra bandidos que estariam em um carro roubado.

Ainda durante a fuga dos suspeitos, dois socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) que atendiam uma vítima de um acidente de trânsito, também foram atropelados pelos bandidos. Os dois socorristas foram levados para o Hospital Regional do Agreste (HRA) e não correm risco de morrer.

Alexandre foi socorrido pelo Samu para o HRA, mas foi transferido pouco depois para o Hospital da Unimed do município. Ele permanece internado em coma induzido.

Mais Lidas